12°C 28°C
Cambará, PR
Publicidade

Tempos Difíceis

Estamos atravessando uma época difícil para o agronegócio brasileiro.

12/06/2024 às 21h34
Por: Jomar Medeiros Fonte: Da Redação
Compartilhe:
Tempos Difíceis

Estamos atravessando uma época difícil para o agronegócio brasileiro. Sofremos com insegurança jurídica, credito escasso, caro e condições climáticas preocupantes.

Quanto às condições climáticas, o município de Cambará-PR, já decretou, recentemente o “Estado de Emergência” em decorrências das secas no período de desenvolvimento das lavouras de verão. Este Decreto auxilia nas negociações com credores, tanto nas instituições financeiras ou fornecedores, possibilitando o alongamento das dívidas. Porém, a adversidade climática “SECA” está prologando, comprometendo sobremaneira a 2ª Safra, ou a safra de inverno, também conhecida como “safrinha”. As lavouras implantadas de milho ou trigo vem apresentando fraco desenvolvimento, com perdas estimadas, em algumas lavouras de até 100% da produção.

Além das condições climáticas, no caso de Cambará, a SECA, por conta do valor das “commodities”, alguns produtores estão tendo dificuldades para arcar com suas obrigações, o alongamento de suas dívidas, compromete sua renda futura, inviabilizando qualquer projeto de investimento na sua atividade.

Em uma oportunidade, neste mesmo jornal, quando o AGRO vinha apresentando um bom cenário, anos com recordes de produção, de produtividade, de exportação crescente, preços convidativos, foi apresentado um alerta, que era preciso cautela e cuidado com o crédito, com a gestão e investimentos não necessários à atividade. Alguns produtores investiram pesado, contando com a boa maré, mas foram surpreendidos.

Estamos vivendo numa época que não podemos perder receitas novamente. É preciso investir no que traz retorno. Os arrendamentos subiram muito e hoje não se pagam de maneira alguma. O produtor precisa fazer suas contas e entender se conseguirá ou não arcar com este gasto. É preciso analisar qual a margem que ele pretende te, e ver se esse arrendamento se encaixa no seu negócio.

O produtor precisa olhar com mais atenção para o seu negócio. Gestão é a palavra-chave. Nisso inclui a busca por alternativas, como culturas diferentes das praticadas comumente e com certo “conforto”, redução de custos e maximização dos resultados.

A atividade rural é cíclica, temos anos/safras boas e safras fracas ou ruins. É preciso saber produzir, saber comprar, saber vender. Para isso, ressalto a importância do produtor rural estar próximo do Sindicato Rural de sua cidade e do Sistema FAEP/SENAR, que defende os interesses e direitos do setor, e ainda oferece capacitação, conhecimento e informações que auxiliam na condução da atividade agro. Não deixe para valorizar a entidade somente quando a “água chegar no pescoço”.

A entidade está sempre pronta para receber o produtor e ajudar no que estiver ao alcance, como entidade de classe.

Vamos continuar alimentando o Brasil e o mundo!!!

 

 

Cambará, PR
14°
Parcialmente nublado

Mín. 12° Máx. 28°

13° Sensação
1.51km/h Vento
55% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h57 Nascer do sol
05h55 Pôr do sol
Sex 29° 14°
Sáb 29° 16°
Dom 32° 16°
Seg 30° 17°
Ter 17° 12°
Atualizado às 02h01
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,66 -0,03%
Euro
R$ 6,13 -0,04%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,10%
Bitcoin
R$ 385,163,60 -2,34%
Ibovespa
126,422,73 pts -0.13%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Anúncio