12°C 28°C
Cambará, PR
Publicidade

10º Dia de Campo do Algodão

Neste Dia de Campo, o Sr. Eleusio Curvelo Freire, Engenheiro Agrônomo da Cotton Consultoria, ex-EMBRAPA-Algodão, com mais de 50 anos de experiencia na cultura, explanou sobre o Projeto Algodão do Paraná

14/05/2024 às 12h32
Por: Jomar Medeiros Fonte: Da Redação
Compartilhe:
10º Dia de Campo do Algodão

O projeto Algodão no Paraná, implementado pela ACOPAR – Associação dos Cotonicultores do Paraná, encontra-se no seu décimo ano, apresentando grandes avanços em relação ao desenvolvimento do projeto que inclui a retomada da cultura do algodão, com novas tecnologias, que pouco se assemelha ás técnicas utilizadas à época que o Estado do Paraná ostentava-se como o maior produtor de algodão do Brasil, com uma área cultivada de mais de 700.000 há, com a lavoura de algodão.

Recentemente, no dia 10/04/2024, foi realizado o Dia de Campo de Algodão, no município de Cambará, com parte das atividades no imóvel do Sr. José Gonzalez Cenizo e encerrado nas dependências do IDR-PR, conhecido pelos cambaraenses como o “campo experimental do IAPAR”.

Neste Dia de Campo, o Sr. Eleusio Curvelo Freire, Engenheiro Agrônomo da Cotton Consultoria, ex-EMBRAPA-Algodão, com mais de 50 anos de experiencia na cultura, explanou sobre o Projeto Algodão do Paraná – Situação na Safra 2023/2024, destacando os objetivos alcançados nos últimos 10 anos, como a estruturação da Associação, com uma equipe montada com técnicos com ótima referência e experiencia na cultura, a aquisição de maquinas como colheitadeiras, trans módulos, veículos para transporte da produção e veículos para atendimento às Unidades Demonstrativas, e principalmente equipe extremamente experiente para prestar Assistência Tecnica aos produtores. Destacou-se as vantagens do Estado do Paraná para a produção do algodão, como a colheita e comercialização da produção na melhor época para o preço e para o abastecimento das indústrias nacionais, o baixo custo de produção em relação ao algodão do cerrado, com gastos muito inferiores para o controle do bicudo e doenças do algodoeiro, oportunidade para rotação de culturas e para descompactação dos solos, além de outras vantagens como adequação ao ILP  e a menor distância do porto exportador e das indústrias têxteis.

Apresentou o modelo de produção em implantação no Paraná, que apresenta em seus aspectos a melhoria da sustentabilidade dos sistemas de produção, utilização da cultura do algodão na rotação de culturas, que possibilita melhor produtividade para culturas subsequentes (foi observado aumento na produtividade de soja, cultivada após a lavoura de algodão, de 10 a 20 % nas unidades demonstrativas da ACOPAR.

Destacou que a lavoura de algodão, todas as operações são mecanizadas, sendo este o grande diferencial na cultura atualmente.

O Sr. Wilson Paes de Almeida, Engenheiro Agrônomo, ex-IAPAR, atualmente Consultor na ACOPAR, com vasta experiencia na cultura de algodão, apresentou os trabalhos e estudos realizados em relação aos Nematóides nesta safra 2023/2024, informando sobre as principais nematóides no Brasil, com a M. incógnita, R. reniformis, Meloidogyne, Rotylenchulus, suas características, danos que causam nas lavouras, evolução ou involução das espécies e aquelas que atualmente causam ou podem causar redução da produção/produtividade.

Apresentou a densidade populacional observadas nas Unidades Demonstrativas da ACOPAR, e formas de manejo do nematoide Rotylenochulus, como a rotação de culturas, tratamento de sementes, controle biológico, cultivares tolerantes, plantas que reduzem e que aumentam a população desse nematoide.

O Sr. Otaviano Lelis, engenheiro agrônomo, Coordenador de Campo da ACOPAR, fez a apresentação da lavoura do local onde se realizava o Dia de Campo, ou seja, o Sítio São Francisco, de propriedade do Sr. José Gonzales Cenizo, também engenheiro agrônomo e produtor rural. Apresentou o histórico da lavoura, como data de plantio, cultivar utilizada, adubação e todos insumos e manejos aplicados.

O Custo de Produção apurado na lavoura, foram considerados, como insumos, as Sementes no valor de R$ 700,00/alq., Fertilizantes R$ 3.578,75/alq., Herbicidas: R$ 732,12/alq., Inseticidas: R$ 2.149,60/alq., Desfolhante: R$ 448,55/alq., Advantes: R$ 495,57/alq., Capina Manual: R$ 668,57/alq., Serviços Diversos: R$ 1.781,60/alq., Colheita: R$ 700,00/alq., Diesel: R$ 216,00/alq., totalizando o valor de R$ 15.145,70/alqueire.

A estimativa de produção da lavoura é de 500 arrobas por alqueire e o preço atual da arroba de algodão em caroço está em R$ 54,00, podendo proporcionar um bom resultado líquido, mais de 100 scs de soja, ao preço de R$ 110,00/saca de 60 kg.

No período vespertino, a continuidade do Dia de Campo de Algodão, ocorreu nas dependências do IDR-PR, onde foram apresentados pelo Sr. Eleusio C. Freire, as 55 linhagens de algodão que se encontram em testes da adaptação ao Paraná, onde são observados todos os seus aspectos, quanto ao desenvolvimento, produção, produtividade, resistências, qualidade das fibras e muitos outros aspectos, que culminam com a indução das melhores cultivares para o plantio no Estado do Paraná.

Ao final, o Sr. Eleusio C. Freire, Sr. Wilson Paes, e o Sr. Otaviano Lelis, observaram que a cultura do algodão, nesta safra 2023/2024, como todas as outras lavouras cultivadas, sofreram perdas decorrentes da adversidade climática seca, ocorrida no período de desenvolvimento das lavouras implantadas na região, que deve apresentar uma diminuição da produção/produtividade em torno de 20%. Porém a estimativa da lavoura objeto do Dia de Campo de aproximadamente 500 arroubas por alqueire, possibilita ao preço atual uma rentabilidade acima da cultura SOJA na região.

O Dia de Campo de Algodão teve a participação de produtores rurais interessados na cultura, técnicos da região, estudantes de agronomia de várias instituições da região e público em geral.

 

Cambará, PR
14°
Parcialmente nublado

Mín. 12° Máx. 28°

13° Sensação
1.51km/h Vento
55% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h57 Nascer do sol
05h55 Pôr do sol
Sex 29° 14°
Sáb 29° 16°
Dom 32° 16°
Seg 30° 17°
Ter 17° 12°
Atualizado às 02h01
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,66 -0,03%
Euro
R$ 6,13 -0,04%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,10%
Bitcoin
R$ 384,725,77 -2,45%
Ibovespa
126,422,73 pts -0.13%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Anúncio