12°C 28°C
Cambará, PR
Publicidade

ANTT divulga valores das praças de pedágio dos lotes 1 e 2

A cobrança iniciará daqui a 10 dias. O Lote tem 473 quilômetros de rodovias federais e estaduais entre Curitiba, Região Metropolitana, Centro-Sul e Campos Gerais do Paraná. O Lote 2 tem uma extensão total de 605 quilômetros e abrange as regiões de Curitiba, Litoral, Campos Gerais e Norte Pioneiro.

13/03/2024 às 12h56 Atualizada em 13/03/2024 às 14h35
Por: Jomar Medeiros Fonte: /www.radiosolmaior.com.br
Compartilhe:
ANTT divulga valores das praças de pedágio dos lotes 1 e 2

A cobrança iniciará daqui a 10 dias. O Lote tem 473 quilômetros de rodovias federais e estaduais entre Curitiba, Região Metropolitana, Centro-Sul e Campos Gerais do Paraná. O Lote 2 tem uma extensão total de 605 quilômetros e abrange as regiões de Curitiba, Litoral, Campos Gerais e Norte Pioneiro.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) divulgou nesta terça-feira (12) os valores das praças de pedágio do Lote 1 e do Lote 2, administrados pela Via Araucária e EPR Litoral Pioneiro. A tarifa básica reajustada pela inflação do período para a categoria 1, de automóveis simples, será, no Lote 1, de R$ 8,70 em São Luiz do Purunã, R$ 11,50 na Lapa, R$ 10,90 em Porto Amazonas, R$ 10,00 em Imbituva e R$ 10,20 em Irati. No lote 2, a tarifa básica será de R$ 22,60 em São José dos Pinhais, R$ 12,00 em Jacarezinho, R$ 11,40 em Carambeí e R$ 7,60 em Jaguariaíva.

A cobrança iniciará daqui a 10 dias. Viajantes que trafegarem pelas praças de pedágio nos próximos dias deverão passar pelas cabines das praças sem a necessidade de pagamento. Nelas, receberão material informativo, com a tabela de tarifas a serem praticadas no trecho, além de informações sobre os serviços de atendimento aos usuários prestados pela concessionária.

No Lote 1, os descontos em relação à última tarifa praticada nas mesmas praças em novembro de 2021 varia de 9,38% a 28,76%. Em São Luiz do Purunã (de R$ 9,60 para R$ 8,70), o valor é 9,38% inferior; na Lapa (de R$ 15,30 para R$ 11,50), o desconto é de 24,84%; em Porto Amazonas (de R$ 15,30 para R$ 10,90), a queda é de 28,76%; em Imbituva (de R$ 13,40 para R$ 10,00), a redução é de 25,37%; e em Irati (de R$ 13,40 para R$ 10,20), a tarifa é 23,88% menor.

No Lote 2, os descontos aplicados em relação a novembro de 2021 variam de 0,87% a 50,82%. Em São José dos Pinhais (de R$ 23,30 para R$ 22,60), a diferença é de 3%; em Jacarezinho (R$ 24,40 para R$ 12,00), o valor é 50,82% menor; em Carambeí (R$ 11,50 para R$ 11,40), a redução é de 0,87%; e em Jaguariaíva (R$ 8,70 para R$ 7,60), a queda é de 12,64%. Sengés e Quatiguá não terão praças nesse primeiro momento. Os valores são diferentes da tarifa-base apresentada em leilão por causa da aplicação do Índice de Reajustamento Tarifário (IRT), que representa a variação da inflação de 15,75% entre 2021 e 2024.

Os contratos também preveem que os motoristas que utilizarem frequentemente as estradas terão descontos mensais progressivos nas tarifas cobradas. O modelo prevê que, a cada vez que o motorista passar, em um mesmo mês, por uma praça de pedágio utilizando uma tag eletrônica de pagamento automático, ele tenha um desconto aplicado na tarifa. A ideia é beneficiar moradores de cidades próximas a praças ou que utilizam muito um mesmo trecho.

As concessionárias estão operando nos trechos concedidos desde o final de fevereiro, com execução das primeiras obras de manutenção e de serviços operacionais. As empresas já iniciaram as operações de tapa-buracos, terraplanagem e obras de recuperação da pavimentação. A Via Araucária, responsável pelo lote 1, atende pelo telefone 0800 277 0376, e a EPR Litoral Pioneiro, administradora do lote 2, usa o telefone 0800 277 0153.

LOTES – O Lote 1 tem 473 quilômetros de rodovias federais e estaduais entre Curitiba, Região Metropolitana, Centro-Sul e Campos Gerais do Paraná. A concessionária deverá investir pelo menos R$ 7,9 bilhões em obras de melhorias e manutenção em trechos das rodovias BR-277, BR-373, BR-376, BR-476, PR-418, PR-423 e PR-427, além de R$ 5,2 bilhões em custos operacionais durante o período, o que inclui serviços médico e mecânico, pontos de parada de descanso para caminhoneiros e sistema de balanças de pesagem, somando R$ 13 bilhões de investimento no total.

Esse novo lote atravessa diretamente 18 cidades (Prudentópolis, Porto Amazonas, Guamiranga, Teixeira Soares, Fernandes Pinheiro, Imbituva, Ipiranga, Ponta Grossa, Curitiba, Lapa, Irati, Palmeira, Campo Largo, Balsa Nova, Araucária, Contenda, Almirante Tamandaré e Colombo) que reúnem 3,06 milhões de habitantes, segundo o último Censo.

O Lote 2 tem uma extensão total de 605 quilômetros e receberá investimentos de R$ 10,8 bilhões em obras. As intervenções incluem a duplicação de 350 quilômetros, instalação de 138 quilômetros de faixas adicionais, 73 quilômetros de vias marginais e 72 quilômetros de ciclovias. Serão ainda 107 novos viadutos, 52 passarelas, 35 pontos de correção de traçado e oito passa-faunas – estruturas que permitem o deslocamento de animais silvestres sem o risco de atropelamento.

A concessão abrange as regiões de Curitiba, Litoral, Campos Gerais e Norte Pioneiro com cobertura integral ou parcial das rodovias federais BR-153, BR-277 e BR-369 e das estaduais PR-092, PR-151, PR-239, PR-407, PR-408, PR-411, PR-508, PR-804 e PR-855. Seis praças de pedágio vão operar nos trechos neste primeiro momento, sendo três em Jacarezinho (BR-153 e BR-369), uma em São José dos Pinhais (BR-277), Carambeí (PR-151) e Jaguariaíva (PR-151), sendo que futuramente serão construídas praças em Sengés (PR-151) e Quatiguá (PR-092). Jacarezinho vai operar com um praça e duas praças auxiliares, com estas duas sendo substituídas por uma praça nova a partir do quarto ano de contrato.

No total, são cerca de 3 milhões de paranaenses impactados diretamente nos seguintes municípios: Andirá, Antonina, Arapoti, Bandeirantes, Cambará, Carambeí, Castro, Cornélio Procópio, Curitiba, Jacarezinho, Jaguariaíva, Joaquim Távora, Matinhos, Morretes, Paranaguá, Piraí do Sul, Ponta Grossa, Pontal do Paraná, Quatiguá, Santa Mariana, Santo Antônio da Platina, São José dos Pinhais, Sengés, Siqueira Campos e Wenceslau Braz.

Praças com as novas tarifas no Lote 1:

São Luiz do Purunã – R$ 8,70

Lapa – R$ 11,50

Porto Amazonas – R$ 10,90

Imbituva – R$ 10,00

Irati – R$ 10,20

Praças com as últimas tarifas cobradas, em novembro de 2021:

São Luiz do Purunã – R$ 9,60

Lapa – R$ 15,30

Porto Amazonas – R$ 15,30

Imbituva – R$ 13,40

Irati – R$ 13,40

Praças com as novas tarifas no Lote 2:

São José dos Pinhais – R$ 22,60

Jacarezinho – R$ 12,00 (três praças)

Carambeí – R$ 11,40

Jaguariaíva – R$ 7,60

Praças com as últimas tarifas cobradas, em novembro de 2021:

São José dos Pinhais – R$ 23,30

Jacarezinho – R$ 24,00

Carambeí – R$ 11,50

Jaguariaíva – R$ 8,70

Sem foto
Sobre o município
Ver notícias
Cambará, PR
14°
Parcialmente nublado

Mín. 12° Máx. 28°

13° Sensação
1.51km/h Vento
55% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h57 Nascer do sol
05h55 Pôr do sol
Sex 29° 14°
Sáb 29° 16°
Dom 32° 16°
Seg 30° 17°
Ter 17° 12°
Atualizado às 02h01
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,66 -0,03%
Euro
R$ 6,13 -0,04%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,10%
Bitcoin
R$ 385,132,67 -2,34%
Ibovespa
126,422,73 pts -0.13%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Anúncio