Domingo, 24 de Outubro de 2021
43999564777
Política Eleições 2022

Caravana Requião reúne lideranças do Norte Pioneiro

Evento desta quinta-feira foi realizado na cidade de Jacarezinho.

08/10/2021 17h36 Atualizada há 2 semanas
404
Por: Jomar Medeiros Fonte: Da Assessoria
 Caravana Requião vem ganhando força no Paraná | Foto: Bruno Tresse
Caravana Requião vem ganhando força no Paraná | Foto: Bruno Tresse

Cerca de 250 pessoas participaram na noite desta quinta-feira, 07 de outubro, no Conjunto Amadores de Teatro, em Jacarezinho, de mais um encontro da ‘Caravana Requião’. O evento suprapartidário foi o segundo da jornada de diálogos, que o ex-Governador e ex-Senador Roberto Requião está organizando pelo Paraná. O primeiro foi em Francisco Beltrão, no dia 23 de setembro, e o próximo já está previsto para sábado, dia 23 de outubro, em Ponta Grossa.

 
 
 

Estiveram em Jacarezinho lideranças e representantes de vários partidos, de 17 cidades da região: PT, PDT, MDB, DEM, PODEMOS, e PROS.

 
 
 
 
 

Para acompanhar Requião na mesa de honra do encontro, estiveram no Norte Pioneiro os Vereadores de Jacarezinho Serginho Marques, Edilson da Luz, Val e o Professor Nilton Stein; Do município de Andirá os Professores Wagner Calixto, Guilherme Ferrari e Valdíria; De Santa Mariana o ex prefeito Jorge Nunes, ex vice-prefeito Zé Luiz Amadeu, e o Luquini; Professora Eliana Cortez e o Vereador Pedro Cachoeira, de Ribeirao Claro; o Presidente da Câmara de Santana do Itararé, Anderson Izac; Márcio Kieller representando a CUT Paraná; Selma Ambrosio, presidente do PT de Jacarezinho; a Vereadora Carol Dartora, de Curitiba; e os deputados estaduais Arilson Chiorato, Professor Lemos e Requião Filho; e o deputado federal Enio Verri.

Presidente do PT Paraná, o deputado Arilson Chiorato deu início ao evento falando sobre a esperança que o nome ‘Requião’ representa para o futuro do Paraná.

 
“Temos aqui movimentos sociais, sindicais, representantes da saúde, da educação, e principalmente aqueles que querem ver o Paraná de volta nas mãos do povo paranaense. Um Governo de pulso firme, que já fez muito pelo Estado. Precisamos reunir todos aqueles que querem ver o Paraná voltar a brilhar. Sofremos com desemprego, impostos altos e nenhuma obra significante. Aliás, a maior obra do atual governo são 15 novas praças de pedágio. Queremos um Governo mais firme, de alguém que tenha experiência e as mãos limpas, como Roberto Requião”.
 
 
 

DISCURSOS

 

O Deputado Estadual Professor Lemos destacou a atuação política de Requião:

 

 

“Sempre fez bonito representando o Paraná, tanto em seu Governo como no Senado. Nunca envergonhou nenhum brasileiro ou brasileira. Sou testemunha do avanço que nós tivemos na educação e nas políticas públicas do Paraná quando foi Governador, tinha acolhimento e respeito com as demandas dos servidores, e quem foi beneficiado com isso foi a população usuária dos serviços públicos. Tivemos avanços importantes na Educação, quando saímos de 25% para 30% dos recursos destinados para melhorar o nosso ensino público. Hoje temos sete universidades, graças ao trabalho realizado naquela época, que colocou o Paraná num patamar diferenciado na Educação do país. É um governo que a gente quer ter de volta, por isso a esperança vai vencer o ódio e as fake news, para ser feliz de novo”.

Para representar os vereadores do Norte Pioneiro, o Professor Nilton Stein, de Jacarezinho, falou sobre o momento difícil vivido pelos paranaenses na atualidade. Bem diferente do que foi no Governo Requião, que agora representa uma esperança para mudar os rumos do Paraná:

 
“Sou de Cascavel, moro há 12 anos em Jacarezinho e, desde 2011, nosso Norte Pioneiro foi esquecido pelo Governo do Estado. São poucas pessoas daqui que possuem algum tipo de privilégio ou atenção do poder público. Mas nós podemos recuperar todos os nossos direitos, de todos os cidadãos, mas para isso queremos Requião Governador novamente e Lula presidente”.
 
 
 

A Vereadora de Curitiba Carol Dartora também fez questão de participar do evento e destacou a importância de reunir forças neste momento para retomar as políticas públicas voltadas às classes mais oprimidas:

 
“O Brasil vive um momento histórico de extrema violência política, de empobrecimento da classe trabalhadora, de destruição dos serviços públicos, de fome e de miséria. Por isso, nesse momento é tão importante a luta por moradia, a luta das mulheres negras, da periferia, num cenário em que muitos sequer conseguem pagar para ter um teto. Estamos vivendo um momento de sofrimento pra toda classe trabalhadora. Por isso precisamos muito dessa retomada, de um projeto democrático, tanto para o Brasil quanto para o Estado. O Governo Ratinho Júnior, assim como Bolsonaro, vem destruindo todas as nossas conquistas históricas, e isso representa derrota para a classe trabalhadora, para os serviços públicos, para e educação. Na época do Lula e do Requião tinha diálogo e a gente sabe bem o que a gente viveu. Estamos juntos nessa caravana pra firmar essa aliança, essa retomada da esperança, da democracia”.
 
 

A ex Vereadora e presidente do MDB de Ribeirão Claro, Professora Eliana Cortez, destacou o aprendizado que a política paranaense deve ao Requião:

 
“Quem somos nós para dizer que estamos desanimados. Toda vez que tento desviar da vida política lembro do exemplo do Requião, que aos 80 anos segue aqui, firme, na luta, porque ama o povo paranaense. Fui candidata a vice-governadora, a primeira pessoa do Norte Pioneiro a disputar a majoritária do estado, e nessas andanças durante alguns meses em 2018 eu tive o privilégio de ouvir do Requião um importante ensinamento. Que ‘Política deve ser feita para quem precisa, para o pobre trabalhador. Rico não precisa de política pública, mas sim os que dependem de um posto de saúde quando ficam doentes, que dependem de medicamentos da rede pública, da educação pública de qualidade’.”
 
 
 

E sobre a Educação, Eliana fez duras críticas ao governo atual e ao desmonte das políticas públicas: “Tem muitos professores aqui hoje e vão concordar comigo, o Requião foi um governador que valorizou a Educação de verdade. Hoje não! Hoje somos massacrados, todos os dias, com mentiras, focados apenas em produzir resultados com números, não existem mais pessoas na escola, só números. Querem chegar ao primeiro lugar do Ideb a base de ameaças, a qualquer custo. Bem diferente da era Requião, quando os professores e funcionários de escola eram valorizados e o resultado positivo veio como consequência. Quando o governo vê a Educação como investimento, não como gasto você tem bons resultados. E os resultados você vê na população. Mas o Requião não vai conseguir resolver tudo isso sozinho, por isso todos nós temos uma missão, assim que sairmos daqui, e conquistar mais apoiadores para nossa Caravana. E não é difícil, é só comparar o que aconteceu lá atrás e o que tá acontecendo hoje”.

 
 
 
 
 

Representando os movimentos sociais e sindicais, Marcio Kieller, presidente da CUT Paraná estava muito emocionado e fez questão lembrar os versos de uma música que fala sobre a “caravana da esperança”. E nesse contexto, destacou:

 
“Essa caravana trouxe ânimo para todos nós, de que pode haver uma mudança, um governo diferente, onde as pessoas sejam colocadas em primeiro lugar e atendidas por políticas públicas. Ter o Requião novamente no Governo do Estado é saber que teremos isso tudo de novo, é ter alguém que entende os problemas do Paraná. Nós precisamos de você, Requião, pra tirar o estado das mãos daqueles que governam para poucos empresários e banqueiros, que fazem a política do fuzil e não a política do feijão. Ficamos orgulhosos de poder participar desse compromisso com você, e poder contribuir com a elaboração de um programa voltado aos movimentos sociais, aos trabalhadores do campo e da cidade”.

Representando os prefeitos e ex-prefeitos da região, Jorge Nunes, de Santa Mariana, falou sobre a trajetória da política no país e da falta de personalidades no poder, atualmente, em defesa do povo:

 
“Quando comecei na política, aos 18 anos, me inspirei em grandes nomes como você, Roberto Requião, que hoje considero o último estadista brasileiro da velha guarda. Jamais imaginei ver na minha vida um retrocesso político tão grande quanto ao que estamos vivendo hoje, no nosso país, de afronta a democracia, de miséria, de fome, de violência e truculência de políticos para se manter no poder. Requião, nós precisamos de você e o povo agora é quem diz ‘sim’ pra você, a hora é agora, me chama que eu vou”.
 
 
 

Por sua vez, o deputado estadual Requião Filho destacou o porquê da escolha do nome caravana, que simboliza o fato do movimento ter sido fruto de um sentimento coletivo de mudança:

 
<blockquote id="viewer-5h2hh" class="_3cMZT _3Dd1B _1yXpC _1FoOD _3M0Fe _2WrB- _1atvN public-DraftStyleDefault-block-depth0 public-DraftStyleDefault-text-ltr" style="margin: 15px calc((100% - 740px) / 2 + 60px) 15px calc((100% - 740px) / 2); padding: 10px 0px; border-width: 0px; border-style: initial; border-image: initial; outline: 0px; vertical-align: baseline; background-image: initial; background-position: initial; background-size: initial; background-repeat: initial; background-attachment: initial; background-origin: initial; background-clip: initial; quotes: none; font-variant-numeric: inherit; font-variant-east-asian: inherit; font-stretch: inherit; font-size: var(--ricos-custom-quote
Cambará - PR
Atualizado às 06h19 - Fonte: Climatempo
19°
Pancada de chuva

Mín. 18° Máx. 24°

19° Sensação
22.7 km/h Vento
87.4% Umidade do ar
20% (2mm) Chance de chuva
Amanhã (25/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 26°

Sol com muitas nuvens
Terça (26/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 29°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Mais lidas
Anúncio