Terça, 21 de Setembro de 2021
43999564777
Cultura Devaneios

REDES SOCIAIS

UMA LATA DE LIXO A CÉU ABERTO

13/08/2021 19h14
613
Por: Jomar Medeiros Fonte: Da Redação
REDES SOCIAIS

A vida não está nada fácil para aqueles que buscam informação on-line. O que mais encontramos são textos sem fundamentos e conteúdos vazios.

O descartável domina o cenário com um teor fraco, que nos traz uma sensação de tempo perdido; uma enxurrada de textos de autoafirmação, com palavras-chaves como “aceite-se”, “seja quem você é”… ninguém precisa mudar, afinal, a sociedade está aí para isso, para aceitar a todos!

Essa foi a nova lei on-line que entrou em vigor, porque aceitar os seus problemas e perturbações é bem mais fácil do que buscar curas, mudanças e, principalmente, soluções, sem politicagem, baixarias ou anarquias, é claro.

Levamos uma vida frágil, fugindo dos confrontos internos, e é exatamente por isso que textos críticos não estão na moda.

As pessoas estão infelizes com suas escolhas e decisões, mas boa parte do que lemos ensina que você precisa dizer que está tudo bem. Está amargurado? Tudo bem! Está com depressão? Tudo bem! A vida não faz sentido para você? Ahhh, TUDO bem!

POSTAGENS NO FACEBOOK

Passei as últimas semanas analisando as postagens no Facebook, e o que tem me assustado é como ficamos frios e apáticos com o sofrimento alheio. A maioria das pessoas está indiferente aos problemas mundiais e, até mesmo, aos locais.

Crianças morrendo na África por falta de comida, notícias sobre a economia caótica, os países entrando em colapso financeiro e moral, crianças assassinadas nas escolas, segurança do Habib’s mata e arrasta menino, em plena luz do dia, e para finalizar descobrimos que comíamos carne podre com papelão, você se lembra?

Depois de ler esse tipo de notícia, que embrulha o meu estômago, eu volto para o Facebook para analisar, mais uma vez, as postagens do dia. Eu imaginava ver alguma declaração, movimento, discurso, papo aberto. Eu esperava, ao menos, um suspiro, principalmente por parte daqueles que reclamam do governo e clamam por mudanças, mas tudo ligando o seu próprio ego, “eu fui mal tratada, agora exijo mudanças!”.

Mas o máximo que eu encontrei foi uma pessoa que faz de um problema inloco um escândalo como se fosse uma constante, um mau atendimento de um atendente de uma loja, ou de um médico que no plantão da madrugada, teve que atender a “mocinha” que estava com a cutícula inflamada”, por exemplo.

Essa situação passou do ridículo que virou até cômico, e me fez lembrar por quê as piadas descabidas viralizam; passei a entender por quê jornais com uma mínima reputação, andam publicando o look do dia de artistas andando pelas ruas.

Será que o nível intelectual e a sensibilidade à dor regrediram?

Quanto mais a crise aumenta, mais egoístas nos tornamos e, consequentemente, mais distantes da solução ficamos.

Nós nos incomodamos mais com o que o outro publica do que com as nossas próprias doenças e problemas. Em vez de buscar a nossa cura, perdemos tempo com discussões agressivas, tentando provar quem está certo ou errado.

Às vezes, não nos damos conta de que opinião é “opinião” e cada uma tem a sua interpretação. Discutir com classe e educação é algo escasso nos dias de hoje.

Não estou aqui para levantar bandeiras nem mesmo julgar se isso está certo ou errado, mas acho que evoluir. Hoje uma pessoa não sabe falar português, escrever então é algo tão distante, que nem se quer se preocupam.

Devemos nos preocupar menos com o que dizem essas pessoas que precisam de curtidas e visualizações.

Também acho uma pena as pessoas não se sensibilizarem com esse tipo de notícias: “30% da população brasileira nunca comprou um livro”. Ou, então, ter que aturar racismo, falta de compaixão e de autoanálise.

Atualmente as redes sociais estão sendo usadas para tudo, menos para socializar! 

#pensemais

#falemenos

Cambará - PR
Atualizado às 23h59 - Fonte: Climatempo
27°
Poucas nuvens

Mín. 23° Máx. 38°

27° Sensação
12.3 km/h Vento
35.1% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (22/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 16° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens
Quinta (23/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. ° Máx. °

Anúncio