Segunda, 26 de Julho de 2021
43999564777
Dólar comercial R$ 5,17 -0.72%
Euro R$ 6,11 -0.42%
Peso Argentino R$ 0,05 -0.9%
Bitcoin R$ 221.332,41 +23.801%
Bovespa 125.720,78 pontos +0.53%
Economia Privatização

Senado aprova privatização da Eletrobras com 'jabutis'; texto vai à Câmara.

O Senado aprovou nesta quinta-feira (17) a MP (Medida Provisória) de privatização da Eletrobras, holding gigante do setor elétrico brasileiro, por 42 votos a favor e 37 contra.

18/06/2021 11h19
102
Por: Jomar Medeiros Fonte: UOL
uol
uol

O texto agora volta à Câmara dos Deputados. Ele precisa ser aprovado pelo Congresso Nacional até 22 de junho, ou perde a validade. Na tarde de hoje, antes da aprovação pelo Senado, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que os deputados votariam o texto na segunda-feira.

O relator da proposta, senador Marcos Rogério (DEM-RO), apresentou três versões do relatório em menos de 24 horas, com diversas mudanças, para conseguir os votos e aprovar a proposta. Ele incluiu "jabutis", como são chamadas as adições de temas estranhos à proposta original.

Especialistas ouvidos pelo UOL dizem que a discussão da proposta e dos "jabutis" está sendo feita de modo atropelado, atendendo a interesses de grupos específicos, com prejuízo ao meio ambiente e aos consumidores de energia.

Para Sérgio Lazzarini, professor do Insper, a privatização está sendo feita a "toque de caixa, aceitando toda e qualquer inclusão [no texto] para que a medida seja aprovada", o que inclui medidas voltadas a bases eleitorais ou para beneficiar grupos específicos.

Tudo o que você inclui de residual de interferência do governo pode ser visto como um possível canal de influência, o que aumenta o risco e torna a privatização menos atraente.

Sérgio Lazzarini, professor do Insper.