covid
Luam
preços da Petrobrás

Bolsonaro chuta o pau da barraca com mercado, troca presidente da Petrobrás e anuncia:

“Na semana que vem teremos mais”

20/02/2021 19h16
Por: Jomar Medeiros
Fonte: painel politico.com
144
Divulgação
Divulgação

O Presidente Jair Bolsonaro, ao que tudo indica, acordou para a realidade. Na última sexta-feira, com intuito de dar um basta na política liberal de preços da Petrobrás, que vem aumentando sem parar os valores do diesel, gasolina e gás de cozinha, anunciou a demissão do presidente da empresa, Roberto Castello Branco e nomeou o general Joaquim Silva e Luna para o cargo.

O anúncio de Bolsonaro deixou o mercado de cabelo em pé. A gritaria foi geral. Os liberais e representantes do ‘mercado’, que ganham bilhões sem fazer nada, apenas especulando papéis, estão se queixando da mudança e a imprensa tratou de anunciar um apocalipse, dizendo que a empresa vai perder R$ 100 bilhões em valor de mercado.

Não vai. E demorou demais para o presidente acordar para a realidade. Os brasileiros não aguentam mais pagar o valor de combustível dolarizado enquanto ganham seus salários em real.

E neste sábado, Bolsonaro acrescentou ainda mais terror aos especuladores do mercado: “Eu tenho que governar. Trocar as peças que porventura não estejam dando certo. Se a imprensa está preocupada com a troca de ontem, na semana que vem teremos mais. O que não falta para mim é coragem de decidir pensando no bem maior da nossa nação”, disse neste sábado em evento na Escola Preparatória de Cadetes do Exército, em Campinas.

Resta saber se Guedes, com essa guinada populista do presidente, vai se manter no ministério da Economia ou vai assumir que seu liberalismo não aguenta uma crise.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.